Home

            Todo sistema cultural tem sua própria lógica e não passa de um ato de etnocentrismo. A coerência de um hábito cultural somente pode ser analisada a partir do sistema a que pertence. O pensamento selvagem dispõe de um pensamento mágico que aproxima e que faz do primeiro, uma expressão metafórica do segundo, ao invés de um contínuo, religião e ciência.

            A ciência, não depende da dicotomia, mas de instrumentos de observação, é impossível imaginar a existência de germes sem o auxilio do microscópio e o tratamento deve ser formulado a partir de sessões xamanísticas.

            O fenômeno do aparecimento da vida só é explicado através da mediação de equipamentos óticos. Tentativas de explicar o início e o fim da vida humana, formam sem duvidas responsáveis pelo aparecimento dos diversos sistemas filosóficos, que explicam que o grupo aceita para a reprodução humana, que vai regulamentar todo o comportamento social.

Explicações encontradas pelos membros das diversas sociedades humanas são logicas. A logica e a coerência de um sistema de classificação, mas que nada tem que ver com uma ordem objetiva.  Rodney Needham faz uma interessante analogia, onde indivíduos cegos ganham a visão através de uma cirurgia. O que podemos deduzir, é que cada cultura ordenou a seu modo o mundo que a circunscreve e que esta ordenação da um sentido cultural aparente das coisas naturais, procedimento que consiste em um sistema de classificação.

 

A CULTURA DINAMICA

            Num exercício de imaginação dos missionários jesuítas durante a permanência no Brasil, tenha divido as suas observações entre o comportamento dos indígenas e os hábitos das formigas saúvas, qualquer entomologista poderá constatar que não houve qualquer mudança nos hábitos durante quase meio milênio, obedecendo as diretrizes numa hipótese quase absurda que um dos grupos tenha sobrevivido graças a um isolamento em relação aos brancos, o que constataria um antropólogo moderno.

            Os ritos religiosos situam-se entre as partes de uma sociedade que parecem ter uma menor missão católica. Os homens, ao contrario das formigas, tem a capacidade de questionar os seus próprios hábitos modifica-los, o ritmo indígena decorre do fato de que a sociedade esta satisfeita com muitas respostas, mas esta satisfação é relativa, por isso, o nosso machado representou um grande item na atração dos índios. Podemos agora afirmar, que existem dois tipos de cultura:

Uma que é interna, e uma segunda que é o resultado do contato de um sistema cultural. Este segundo tipo de mudança é o mais atuante na maior parte das sociedades humanas, por isso, a mudança proveniente de causas externas mereceu sempre uma grande atenção.

Concluindo, cada sistema está sempre em mudança da mesma forma que é fundamental para a humanidade e compreensão das diferenças entre povos de culturas diferentes, este é o único procedimento que prepara o homem para enfrentar serenamente este constante e admirável mundo novo do porvir.

 

Elaborado por: LUCAS SIMON, WILSON LIMA DOS SANTOS e MAYRA CRUZ SPINELLI.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s